Centro Dom Bosco processa Netflix e Porta dos Fundos por ‘Especial de Natal’

0
Foto: Reprodução

O Centro Dom Bosco comunicou em suas redes sociais que processou a Netflix e o Porta dos Fundos pelo “Especial de Natal – A Primeira Tentação de Cristo”.

De acordo com a instituição, o “Porta dos Fundos não mediu esforços em sua criatividade maligna para insultar a Deus, a Santíssima Virgem e os apóstolos”.

O comunicado continua, acrescentando que “por ser difusora e protetora desse tipo de crime, a Netflix também foi arrolada no processo como cúmplice do material veiculado”.

A Ação Civil Pública pede uma indenização de R$ 2 milhões, valor que será repassado para um fundo do Ministério da Justiça e da Segurança Pública comandado por Sergio Moro.

“Assim como ator Fábio Porchat disse não citar Alá e a seita islâmica por medo de morrer, desejamos que tenha similar receio de insultar a Deus e a fé católica, única e verdadeira, por medo de processos judiciais. Infelizmente o ator não tem medo hoje do juízo que virá no instante seguinte a sua morte. Neste tempo estarão diante dele os mesmos de que hoje faz piada e a quem insulta. As penas poderão ser infinitamente piores que perder toda fortuna acumulada nesta vida”, diz a nota.

(Fonte: www.tercalivre.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui