“É muito prazeroso poder ajudar as pessoas. Acho que todo artista deve fazer isso”, afirma Gal Costa em show beneficente em prol do Martagão

0
Fotos: Mateus Ross

A cantora Gal Costa subiu na noite de ontem ao palco montado na Chácara Baluarte especialmente para o show da artista em prol do Hospital Martagão Gesteira e emocionou o público com sucessos de sua carreira. A baiana foi a atração principal do IV Jantar do Bem, evento beneficente realizado pela instituição filantrópica, referência em pediatria há 54 anos.

Fotos: Mateus Ross

“É uma causa generosa, uma causa humanitária”, disse Gal, referindo-se ao trabalho desenvolvido pelo Martagão.  “É muito bom, muito prazeroso poder ajudar as pessoas. Eu acho que todo artista deve fazer isso. Tem muitos que fazem. Muitos que montam organizações. Me convidaram eu fiz com maior carinho, com maior amor porque eu acho que faz muito bem pra gente fazer bem às pessoas”, emendou a artista.

A baiana destacou, ainda, o poder da música. “Usar a música para isso (ajudar a causa). Atrair umas pessoas que ajudem, que paguem, colaborem com isso e também a energia da música cura. Eu espero que, de longe, ajude a curar muitas crianças, muitas pessoas que precisam. Eu acho que o papel do artista é um pouco esse. É um papel meio espiritual. A gente veio ao mundo para tentar cumprir uma missão, porque a música ajuda as pessoas. A música salva as pessoas. Eu acho que a música me salvou”, frisou.

Além de Gal, o IV Jantar do Bem do Martagão contou, também, com um show de abertura de Ju Moraes, a gastronomia da chef Tereza Paim, a poesia de Edgard Abbehusen e com a solidariedade de baianos que compraram ingressos para participar de um evento de celebração em prol da saúde da criança.

A abertura da noite ficou por conta da baiana Ju Moraes, que colocou o público para sambar. “A gente está aqui hoje numa noite tão linda em prol dessas crianças do Martagão, dessas famílias que diretamente recebem esse auxílio. Eu estive no Martagão. Vi as melhorias que vem acontecendo durante todos esses anos, porque eu estive lá há dez anos no Martagão. Então, eu acredito que essa é uma festa para gente continuar com esse legado. Aumentando, expandindo cada dia mais esse trabalho”, disse.

O diretor-presidente da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (entidade mantenedora do Martagão), Carlos Emanuel Melo, ressaltou a destinação da renda arrecadada no jantar de gala. “A renda desse evento vai ser completamente revertida em nosso programa de transplantes. Esse é o mais novo desafio que o Hospital Martagão enfrenta e que nós vamos começar no próximo ano”, contou.

“Vamos começar três programas de transplantes no ano que vem. Primeiro o de medula óssea. É um serviço que não é oferecido no nosso estado ainda para crianças de ate 14 anos na rede de saúde pública. Nossas crianças precisam ser aguardadas em filas para serem atendidas em outros estados. Segundo, o de fígado, que também não é disponível no sistema de saúde aqui no estado da Bahia e que as crianças também aguardam para fazer em outro estado. Vamos também iniciar o programa de transplante de rim. Esse já existe, mas vamos entrar como serviço complementar à rede”, acrescentou.

Na ocasião, o empresário e presidente do Grupo JR, Raimundo Andrade, fez a doação de um imóvel localizado no 1° piso do Shopping Itaigara para a instituição. O espaço tem 360 m² e avaliação estimada no valor de R$ 1,5 milhão.

Carlos Melo destacou, ainda, a importância da solidariedade. “Nosso desafio com os transplantes é grande. E o custo também, mas doações como a do Grupo JR nos ajudam a reduzir as despesas. Seria impossível o Martagão Gesteira fazer o que ele faz se não tivesse o suporte, o apoio das pessoas, da comunidade baiana, das empresas baianas”.

A chef Tereza Paim levou uma equipe de voluntários para ajudar na preparação dos pratos. “Veio gente do Aeroporto, da casa de Tereza, da universidade. A gente saiu recolhendo, chamando as pessoas chamando chefes, cozinheiros. Todo mundo veio aqui hoje na paz e na fé para fazer uma noite linda para as crianças do Martagão”.

O jantar beneficente é realizado anualmente para arrecadar fundos para a instituição e já teve como atrações de edições anteriores as cantoras Mariene de Castro, Gilmelândia e o cantor Adelmo Casé. Todos os artistas abriram mão dos seus cachês para participar da ação.

Fotos: Mateus Ross

 

Por:Anderson Sotero/Assessor de Imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui