Escolas e grupos culturais marcam Desfile Cívico de Monte Gordo

0

Com emoção aflorada e senso de civismo visível no público presente, o Desfile Cívico do distrito de Monte Gordo, que abre as comemorações do aniversário da cidade, teve a participação de mais de mil representantes da rede pública de ensino e de manifestações culturais do município.

O desfile deste ano busca, através das apresentações, trazer uma reflexão sobre o tema #CAMAÇARICULTURADAPAZ, que propõe unir, no respeito às diferenças, a construção de uma sociedade melhor e mais humana.

Conforme a secretária da Educação, Neurilene Martins, em época de desfile, toda a comunidade escolar se mobiliza e se envolve nas ações de preparação dos trabalhos. “O protagonismo desses jovens durante o desfile é imenso, pois assumem o papel de formadores de opinião para ensinar a todos nós os caminhos da cultura da paz, e ainda se posicionam em prol desse tema baseado nos conteúdos desenvolvidos nas escolas da rede municipal”, salientou ao dizer ainda que “é um orgulho fazer parte dessa história de construção de princípios e valores”.

Kaine dos Santos, 15 anos, moradora da comunidade conhecida como Cascalheira de Monte Gordo, prestigiou o evento e aproveitou para levar o irmãozinho de um ano e cinco meses. De acordo com a adolescente, em anos anteriores, ela participava efetivamente do desfile, representando a Escola Municipal Amélia Rodrigues, mas esse ano, mesmo não participando, fez questão de prestigiar. “Dessa vez, estou só de plateia e a sensação de estar do outro lado também é gratificante. É tudo muito lindo, tanto as apresentações das escolas, quanto dos grupos culturais. Estou feliz em poder participar desse momento tão importante”, relatou a menina.

Para a secretária da Cultura, Márcia Tude, o desfile em Monte Gordo é mais uma prova do civismo do camaçariense. “O evento coroa a parceria e a integração entre as pastas da Educação e da Cultura, com um tema que retrata a garantia dos direitos humanos”, destacou a titular, ao completar que “as apresentações das alas dos grupos culturais foram preparadas e pensadas com muito carinho e amor”, concluiu.

ASCOM/PMC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui