Golpe no Auxílio Emergencial – Conheça e saiba como evitar

0
Foto: Reprodução

O Beneficiário que cair em golpe, terá o pagamento do benefício BLOQUEADO pela CAIXA!

As pessoas que recebem o auxílio emergencial de R$ 600,00, e até mesmo quem não teve direito, ou não solicitou o benefício, podem ser vítimas de golpes envolvendo a renda dada pelo Governo durante a pandemia do Coronavirus.

Pensando nisso, a CAIXA esclareceu, por meio de nota, que não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoas dos beneficiários.

Além disso, a CAIXA informou também que não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou Whatsapp.

CERCO FECHANDO AOS FRAUDADORES:

Nesse sentido, o Ministério da Cidadania também firmou parceria com o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) para evitar, coibir e punir fraudes no recebimento do auxílio emergencial.

Segundo nota divulgada pelo Ministério, a ação mira grupos organizados que agem para burlar os sistemas usados pela filtragem dos perfis que podem receber a ajuda financeira.

A CAIXA também participará da ação e será responsável por identificar e informar saques feitos de maneira irregular, por pessoas que não são titulares do benefício, saques com cartões clonados ou acesso indevido às constas beneficiadas.

Registros de movimentação irregular serão incluídos na Base nacional de Fraudes no auxílio Emergencial (BNFAE) – um banco criado pela PF especialmente para apurar e rastrear a atuação criminosa no benefício. Outros órgãos também poderão acessar e alimentar a base de dados, e as denúncias, caso haja evidencias suficientes, serão conduzidas pelo MPF.

Segundo dados publicados pelo Ministério da Cidadania, mais de 1,3 milhões de cadastros de pessoa física (CPFs) já estão sob averiguação.

COMUNICADO OFICIAL CAIXA:

Códigos SMS

A CAIXA ressalta que os códigos SMS enviados para validação devem ser preenchidos exclusivamente nos aplicativos e sites oficiais, não devendo ser fornecidos para terceiros nem enviados por SMS ou WhatsApp.

Geralmente, os golpistas costumam chegar aos beneficiários por meio de:

· Sites falsos

· Mensagens de WhatsApp

· Aplicativos falsos

· SMS com links para sites falsos

· E-mails Falsos

  • Como identificar o Golpe?

Para identificar eventual golpe em seu nome, o Governo divulgou no Portal da Transparência, TODOS os nomes dos beneficiários, para que o cidadão verifique se o seu CPF foi utilizado em um pedido de auxílio. Para essa consulta é só acessar o site Oficial do Portal da Transparência abaixo, e informar seus dados:

· http://www.portaltransparencia.gov.br/

  • O que fazer após sofrer um golpe?

Se o beneficiário teve o dinheiro de uma ou mais parcelas desviada por golpistas, ou teve seu CPF utilizado de forma irregular, algumas medidas são recomendadas:

· Registre um Boletim de Ocorrência Policial

· Faça uma denuncia ao Ministério da Cidadania, através do telefone 121

· Comunique a fraude em uma das agencias da CAIXA

CANAIS OFICIAIS DA CAIXA:

Os únicos canais oficiais de atendimento da CAIXA, aos beneficiários do Auxílio Emergencial são:

· O Site oficial: https://auxilio.caixa.gov.br/

· O Telefone: 111

· O Aplicativo Oficial – Caixa Tem

MERCADO PARALELO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL DE R$ 600,00 – CUIDADO!

A demora na liberação dos saques em dinheiro do auxílio emergencial criou um Mercado Paralelo de anúncios na internet que prometem a liberação antecipada dos valores antes do calendário oficial da CAIXA, e da autorização do banco para as retiradas em espécie, ou transferência em outros bancos.

TIPOS DE GOLPES:

· Diversas páginas da internet, bem como fraudadores utilizando de Contas de e-mail e WhatsApp, oferecem caminhos em links falsos para o acesso ao dinheiro das parcelas que já foram depositadas no aplicativo Caixa Tem, mas ainda não podem ser utilizadas para saques e transferências, mas sim apenas para pagamentos de boletos e compras. Para especialistas, esta modalidade de golpe trata-se de uma brecha para golpes aplicados por estelionatários, afim de obter dados de beneficiários e ficar com parte ou todo o dinheiro do benefício. Há ainda cobrança por serviços que não serão prestados.

· Já foi constatado que em comunidades pelo Rio de Janeiro criminosos prometem aos moradores antecipar cerca de 60% da parcela, se forem autorizados a retirar toda a cota depois da liberação para o saque em dinheiro. Desta forma, dicam com os dados dos beneficiários para futuras retiradas, na data anunciada pela CAIXA, por exemplo.

· Há anúncios em grandes sites de comércio como OLX e Mercado Livre prometendo a transferência do valor, no mesmo dia, em diversos estados, como Rio de Janeiro, Sergipe, Amapá e Amazonas. Em um deles, o anunciante fraudador afirma que consegue transferir o valor do auxílio, que só poderia ser sacado em setembro para uma conta de uma plataforma digital.

  • Casos reais de fraudes:

· Um destes sites, com conversa com nossa equipe, o fraudador, que se identifica como Mara Farias, afirma que é possível dazer a transferência virtualmente para um conta:

“O seu dinheiro já caiu na conta digital? Se sim, dá pra fazer um tipo de transferência. Simples, você abre o app da Caixa Tem e depois faço o procedimento e transfiro o dinheiro pra uma conta que você desejar. Moça, eu que tenho (conta na plataforma). Você vem até a minha residência para fazer os procedimentos e depois transfere para uma conta (sua)” – sugere.

  • Outros casos reais de fraude:

O BENEFÍCIO PODE SER TRANSFERIDO LEGALMENTE – MAS SEM AJUDA DE TERCEIROS:

É bom lembrar que a transferência do auxílio emergencial para uma conta do próprio beneficiário num banco digital ou numa plataforma de pagamento – a partir da geração de um boleto de pagamento em nome do próprio titular, via app Caixa Tem – É LEGAL, segundo o Banco Central. Mas o beneficiário não precisa de ajuda de terceiros para fazer esse procedimento, e nunca deve gerar boletos em nomes de outras pessoas.

CASO SEU BENEFÍCIO TENHA SIDO BLOQUEADO, VEJA ABAIXO O CALENDÁRIO PARA SOLICITAR EM UMA AGÊNCIA DA CAIXA O DESBLOQUEIO:

Esse procedimento também segue um calendário escalonado, de acordo com o mês de aniversário do beneficiário.

  • Nascidos em Janeiro, Fevereiro e março: até 24 de Julho
  • Nascidos em Abril e Maio: de 27 a 31 de Julho
  • Nascidos em Agosto, Setembro e Outubro: de 10 a 14 de Agosto
  • Nascidos em Novembro e Dezembro: de 17 a 21 de Agosto

Fonte: Noticias – jusbrasil

http://www.camacari.ba.gov.br/cadastro/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui