Instituições de Camaçari são beneficiadas com PAA

0

Mais 3.570 quilos de alimentos foram comprados nesta terça-feira (3/12) através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal. Esta é a segunda compra executada pela Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap), de agricultores familiares do município que beneficia instituições socioassistenciais da cidade.

No PAA, 28 entidades, além do Banco de Alimentos, são beneficiadas com diversos tipos de produtos, como frutas, legumes, verduras e hortaliças. Atualmente, em Camaçari, 248 agricultores estão aptos a vender para o programa e recebem o valor referente à mercadoria direto da união, com o preço praticado no mercado local.

O secretário de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca, Antônio Falcão, falou sobre a importância da iniciativa. “É essencial por duas coisas, pelo produtor familiar, que a gente tem de incentivar a produzir, e pelas instituições que são beneficiadas. Nós estamos de imediato, fortalecendo eles, que já não se preocupam em escoar porque já tem garantia, tanto nas Feiras Itinerantes, quanto nas compras que são repassadas às entidades”.

Uma das instituições beneficiadas é o Centro Cultural Berimbau Arte, o presidente e fundador, Manoel Simão, falou sobre a participação no programa. “É muito bom! Não só para a minha instituição como para as outras. O que está sendo realizado hoje é muito importante para as instituições que existem em Camaçari”.

Outro local que foi contemplado com os alimentos foi a Escola Comunitária Brincando e Criando, a presidente da Associação de Moradores do Novo Horizonte, que é mantenedora da unidade, Maridalva Rosa, considera “muito valiosa essa contribuição do PAA. Além das 174 crianças que serão beneficiadas, também ajudaremos as famílias, que damos suporte na questão social”.

Foto: Jean Matos

A primeira compra do PAA foi realizada no dia 27 de novembro e marcou a volta da execução do programa que, por causa de cortes de recursos da União, foi interrompido em 2017. A verba liberada soma um total de R$ 800 mil para a aquisição dos alimentos até julho de 2020.

Agência de Noticias PMC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui