Por ovada em Bolsonaro, estudante firma acordo e pagará R$ 499 para não ser processada

0

MP/SP propôs transação penal para que ação não siga adiante.

O MP/SP propôs transação penal para que uma estudante não seja alvo de ação por injúria após ter dado uma ovada em Bolsonaro em 2017, quando ele ainda era deputado Federal e visitava a cidade de Ribeirão Preto/SP. O acordo foi firmado no âmbito do Juizado Especial Criminal da cidade e a jovem terá de pagar R$ 499 para que a ação não siga adiante.

Além da estudante, outra pessoa que estava junto no dia da ovada também acordou o pagamento da transação penal. Segundo a jovem, a atitude foi “impensada”.

A ovada

Quando ainda era deputado Federal, Jair Bolsonaro realizou uma visita na cidade de Ribeirão Preto, em 2017. O então parlamentar se encontrava no centro da cidade, em um café, quando foi surpreendido pela ovada da estudante.

Naquela época, a jovem chegou a ser detida e Bolsonaro registrou um boletim de ocorrência por injúria na Polícia Civil.

Fonte: Jusbrasil.com.br


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui