Sono prejudicado: homem pede indenização de R$ 12 mil por latido de cachorro

0
Foto; Reprodução

Um aposentado morador no bairro Paraíso, em Araçatuba, quer uma indenização de R$ 12 mil por danos morais por causa do cachorro de uma ex-vizinha. Ele alega que o cão latia a noite toda, prejudicando o seu sono.

O desentendimento começou no ano passado, quando a faxineira Alessandra Aparecida Veiga, 47 anos, se mudou com a família para a rua do aposentado e levou Hugo, um pit bull de dois anos.

Após o registro de vários boletins de ocorrência, o caso foi parar no quartel da Polícia Militar, que possui um trabalho de mediação para solução de conflitos entre vizinhos.

As partes, no entanto, não entraram em um acordo e o caso foi parar na Justiça. “Ele queria que eu fechasse a frente da casa, mas não podia fazer isso, porque era alugada”, argumenta Alessandra. Outra opção era se desfazer do cachorro, alternativa descartada pela tutora do animal.

Na Justiça, Alessandra entrou em acordo com a magistrada do caso e decidiu se mudar da casa, para colocar fim à demanda. Há dois meses, ela reside em Barretos. No entanto, o ex-vizinho ajuizou uma nova ação, desta vez, pedindo a indenização de R$ 12 mil por danos morais.

“Para acabar com toda essa confusão, eu fiz um acordo com a juíza e me mudei de lá. Agora acho um absurdo ele querer ganhar dinheiro com isso, sendo que nem mais lá eu estou”, afirma a tutora do animal.

Na ação, o aposentado diz que está estressado e que entrou em depressão porque não dormia com os latidos do cachorro.

“Se o animal tivesse atacado alguém, era outra coisa. Agora dizer que o cachorro latia a noite inteira não procede, caso contrário, outros vizinhos teriam reclamado e até eu teria dificuldades para dormir”, finaliza.

(Fonte: www.folhadaregiao.com.br)

http://www.camacari.ba.gov.br/cadastro/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui